Outras Informações


roberto@bussolagovernanca.com.br

- PARA COOPERATIVAS - SEGREGACÃO DE FUNÇÕES CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E DIRETÓRIA EXECUTIVA

A adoção de práticas de Governança Cooperativista torna-se um dos requisitos necessários aos cooperados. Essa prática, já consolidada nas empresas listadas em bolsa de valores, é disseminada para os demais segmentos do mercado que buscam aumentar a relação de confiança entre os diversos grupos de interesse e o valor gerado pela cooperativa.

A lei 5764, deixa claro em seu artigo 47 que as sociedades cooperativas no Brasil podem ser administrdas por uma Diretória ou Conselho de Administração. Mas no tocante as cooperativas de crédito, ocorreu uma mudança em 2010 com a resolução do Banco Central 3859 que obriga essas cooperativas a ter uma política de governança e a possuir o Conselho de Administração e a Diretória, sendo que apenas um conselheiro pode fazer parte também da Diretória e obrigatoriamente as Presidências do Conselho e da Diretória tem que ser ocupadas por pessoas diferentes. Com isso abriu-se um espaço para maior reflexão e implantação de governança e segregação da administração nos demais ramos do Cooperativismo.

A Bússola Governança ampara sua Cooperativa no sentido de se adequar as boas práticas de governança, tanto em treinamento como no aconselhamento. Para isso, conte com a nossa consultoria.

.


Todos os direitos reservado - Bússola Governança - Consultoria e Treinamento - 2015 ©
Desenvolvedor Web - Relbert Ribeiro